Polícia investiga anúncio de venda de bebê na Internet

Autor alega que criança chora muito e que precisa trabalhar. Mesmo sendo brincadeira, pessoa expôs imagem de menor

Por helio.almeida

Goiás - O anúncio de venda de um bebê por R$ 1 mil, em um site de compra e venda, está sendo investigado pela Polícia Civil de Aparecida de Goiânia, na Região Metropolitana da capital. O site OLX tirou o conteúdo do ar nesta quarta-feira, após 12 horas da publicação.

OLX afirmou que não participa de nenhuma forma de transação entre os anunciantes do site e os clientesReprodução Internet

Na descrição, diz que a venda é por causa que a criança "chora muito e não deixa eu dormi (sic) e eu tenho que trabalhar para sobreviver". O suposto vendedor disponibilizou um nome e o número para contato.

A polícia procura o autor da postagem. No anúncio, consta que a pessoa é do bairro Setor Residencial Campos Eliseos, mas o endereço não existe e o telefone veiculado não tem nenhuma ligação com o caso.

Para a polícia, há indícios que foi uma brincadeira, mas o autor cometeu outros crimes, como expor a imagem de um menor de idade e ainda divulgou na internet o contato telefônico de outro cidadão indevidamente.

A OLX afirmou que não participa de nenhuma forma de transação entre os anunciantes do site e os clientes, funcionando apenas como uma plataforma de classificados grátis na internet.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia