Por helio.almeida
José Genoino foi o primeiro condenado a se entregarEstadão Conteúdo

Brasília – O Instituto de Cardiologia do Distrito Federal (IC-DF) informou nesta quinta-feira que o ex-presidente do PT e deputado federal José Genoino (PT-SP) continuará no hospital, onde está internado desde o início desta tarde. Segundo a assessoria do IC-DF, ele passará por uma nova avaliação médica nesta sexta-feira e permanecerá em observação durante a noite.

O boletim descreve que o deputado "passou por uma bateria de exames laboratoriais e de imagenologia [ecocardiograma e tomografia] com histórico de cirurgia para correção de dissecção da aorta e acidente vascular cerebral". A nota divulgada pelo hospital informa que Genoino deverá "permanecer em observação por mais algumas horas".

No início da tarde, o advogado de Genoino, Luiz Fernando Pacheco, disse, no início da tarde que o parlamentar sofreu um enfarto. A informação não foi confirmada pela assessoria do hospital. O ex-presidente do PT passou mal hoje na Penitenciária da Papuda, em Brasília, onde estava preso desde o sábado e foi imediatamente transferido para o Instituto de Cardiologia. Genoino está entre os 11 condenados no processo do mensalão, pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

Você pode gostar