Sobe para 22 o número de mortos em Itaoca, São Paulo

Em razão da quantidade de chuva, o Rio Palmital transbordou e a enxurrada deixou o município parcialmente destruído

Por tamara.coimbra

São Paulo - O número de mortos em razão das chuvas em Itaoca, São Paulo, subiu para 22 pessoas. A informação foi confirmada neste sábado pelo Major Walter Nyakas Júnior, diretor da Defesa Civil do estado. Até a noite da última sexta-feira, o balanço da Defesa Civil era 20 mortos.

Há ainda 34 moradores desabrigados que, segundo o Fundo Social de Itaoca, foram acomodados nas escolas Elias Lages de Magalhães e Cacilda Lages Pereira Cavani. Além disso, um total de 180 pessoas continuam desalojadas e hospedadas na casa de parentes. A prefeitura divulgou números das contas bancárias – Bradesco, agência 2027-3 e conta 1003321-7 – e da conta SOS Itaoca – Banco do Brasil, agência: 3637-4 e conta 100000-4 – a fim de quem queira fazer doações em dinheiro para os atingidos pelas chuvas no município paulista. Doações que não sejam financeiras devem ser tratadas com o Fundo Social pelo telefone (15) 3557 1143.

O prefeito Rafael Rodrigues de Camargo decretou estado de emergência na cidade desde o temporal ocorrido entre a noite do último domingo e a madrugada de segunda-feira. Em razão da quantidade de chuva, o Rio Palmital transbordou e a enxurrada deixou o município parcialmente destruído. A Defesa Civil e as equipes do Corpo de Bombeiros, com cães farejadores, trabalham na busca pelos desaparecidos.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia