Por julia.sorella

Minas Gerais - A engenheira de 33 anos que morreu nesse domingo após cair do segundo andar de um prédio ao comemorar o gol do Atlético estava com o casamento marcado para abril deste ano. O acidente aconteceu na casa dos pais do seu noivo no bairro Minas Brasil, na região Noroeste de Belo Horizonte.

Aretuza Reis Parreira caiu de uma altura de dez metros de altura. A vítima, que morreu na hora, quebrou o pescoço e fraturou a região do queixo. A atleticana namorava desde 2010 e já havia feito um site para o casamento.

A mulher, que nasceu em Cristais, no Centro-Oeste do Estado, conheceu o noivo, que também é mineiro, durante a comemoração do doutorado da cunhada em Recife, em Pernambuco.

Na sua lista de presentes consta, entre outras coisas, telas de proteção para janelas do apartamento em que iria morar. Pelo Facebook, amigos de Aretuza lamentaram a sua morte.

O sepultamento da atleticana deve acontecer nesta segunda-feira.

Você pode gostar