Por clarissa.sardenberg
Publicado 18/02/2014 14:30 | Atualizado 18/02/2014 14:37

Brasília - As obras incluídas na segunda edição do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC2) permitiram o aumento da capacidade do parque gerador de energia no Brasil em 10,2 mil megawatts, segundo números apresentados nesta terça-feira pelo Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, durante o balanço de três anos do programa. Entre os empreendimentos estão as usinas hidrelétricas de Jirau (3,75 mil MW) e Santo Antônio (3,15 MW), ambas no Rio Madeira, em Rondônia, que já estão em operação, gerando 1,27 mil MW.

Também foram concluídas 31 linhas de transmissão pelo PAC2, que totalizam 9,8 mil quilômetros de extensão, e 32 subestações. A interligação Madeira-Porto velho-Araraquara e a interligação Tucuruí-Macapá-Manaus fazem parte das ações.

Segundo o balanço do PAC2 divulgado nesta terça-feira, foram concluídos 26 empreendimentos em exploração e produção de petróleo pelo programa, 18 em refino e petroquímica, oito em fertilizantes e gás natural e dois em combustíveis renováveis.

Em 2013, 24 campos de petróleo iniciaram a produção. De acordo com o governo, a refinaria Abreu e Lima (PE) está com 84% das obras concluídas e o Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj), com 66%.

Você pode gostar