Por leonardo.rocha

São Paulo - A moradora de um apartamento na esquina das ruas Padre Almeida e Américo Brasiliense, no bairro Cambuí, em Campinas, foi multada pelo Departamento de Vigilância em Saúde (Devisa) por alimentar pombos. Eliane Pinho se recusou a receber a equipe do Devisa e o auto de infração sanitária foi publicado no Diário Oficial de segunda-feira.

Segundo o veterinário do Devisa, Luiz Henrique Martinelle Ramos, Eliane já havia sido notificada, mas, como não cumpriu as orientações, acabou multada. "Antes ela deixava a comida na calçada, agora coloca na sacada do apartamento em que mora”, afirmou Ramos.

O síndico do prédio Sérgio Britto, 67 anos, contou que são mais de 100 pombos que ficam pendurados nos fios da rede de telefone e nas sacadas dos apartamentos vizinhos. “A vizinha do andar de baixo não pode nem abrir a porta da sacada”, falou.

Além do cheiro que incomoda, a vizinhança também se preocupa com as doenças. “As fezes dos pombos podem causar até meningite”, alertou Ramos. O Grupo RAC esteve no local e tentou conversar com Eliane, mas a mulher não quis receber a reportagem. Nesta terça-feira, ela também não foi encontrada.

Eliane tem 10 dias, desde a publicação da autuação, para recorrer. Só depois de julgada, o valor da multa será definido. Ele pode variar entre R$ 600 e R$ 6 mil.

Você pode gostar