Por fernanda.magalhaes

Pernambuco - Foi preso nesta segunda-feira o homem suspeito de ter jogado uma privada da arquibancada do estádio José do Rego Maciel, mais conhecido como Arruda, e matado um torcedor, o metalúrgico Paulo Gomes Ricardo da Silva, 26 anos, na última sexta-feira. A polícia chegou até Everton Filipe Santiago Santana, 23, conhecido como Ronaldinho, através de uma ligação do Disque Denúncia.

Em depoimento concedido há pouco no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa, o jovem confessou o crime mas disse ter agido com ajuda de dois comparsas, segundo a PM. O ocorrido aconteceu na última sexta-feira em um jogo entre Santa Cruz e Paraná, pela Segunda Divisão do Campeonato Brasileiro. A vítima fotografava um confronto entre torcidas organizadas quando foi atingido pelo vaso sanitário. Paulo morreu no local e foi enterrado em clima de comoção, no domingo.

Paulo foi atingido por vaso sanitário perto do portão seisReuters

Paulo foi atingido entre os portões 6 e 7 do estádio, no bairro popular do Arruda. Por causa do incidente, a Confederação Brasileira de Futebol interditou o estádio. A decisão foi confirmada pelo Superior Tribunal de Desportos. A direção do Santa cruz vai recorrer da decisão. A Federação Pernambucana de Futebol ofereceu um prêmio de R$ 5 mil para quem denunciasse.


Você pode gostar