Servidores prostestam em frente ao Ministério da Cultura

Até o momento não foi apresentada nenhuma proposta e, portanto, não há prazo para que o movimento de greve termine

Por leonardo.rocha

Brasília - Servidores do Ministério da Cultura fizeram nesta quinta-feira um piquete em frente ao prédio do órgão, em Brasília. A movimentação foi pacífica e os trabalhadores não estão sendo impedidos de trabalhar. Hoje, o movimento grevista espera se reunir com representantes do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão para dar início às negociações.

"Acho que este é o momento de sentar e conversar, vamos esperar até as 17h, para reunião com representantes da Secretaria de Relações do Trabalho do Ministério do Planejamento e dar início ao processo de negociação", disse Sérgio Pinto, servidor do ministério e membro da Confederação Nacional dos Trabalhadores no Serviço Público Federal.

De acordo com Sérgio, até o momento não foi apresentada nenhuma proposta e, portanto, não há prazo para que o movimento de greve termine. Os grevistas reclamam da falta de condições de trabalho e pedem equiparação salarial com categorias que servem em outras áreas no âmbito federal, e que fazem a mesma função.

No dia 29 de abril os servidores do ministério fizeram uma paralisação nacional de 24 horas, e, depois de 48 horas, nos dias 7 e 8 de maio. Na segunda-feira, foi iniciada a greve nacional. A assessoria de imprensa da pasta informou que, apesar do piquete, o ministério está funcionando normalmente.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia