Ofensas contra Dilma não vieram só da elite, afirma Gilberto Carvalho

Para ele, visão negativa da gestão do PT “foi gotejando”

Por O Dia

Brasília - O ministro chefe da Secretaria-Geral da Presidência, Gilberto Carvalho, afirmou ontem que os xingamentos contra a presidenta Dilma Rousseff na abertura da Copa do Mundo, em São Paulo, não partiram apenas da “elite branca”. Em encontro com blogueiros no Planalto, Carvalho argumentou que a avaliação de que a gestão petista é corrupta “pegou” e que vem “gotejando” no setor mais pobre da população.

Carvalho se reuniu com blogueirosABr

“Me permitam, pessoal, no Itaquerão não tinha só elite branca não. Não fui pro jogo, mas tive no Itaquerão, ao lado, numa escola acompanhando as movimentações, fui e voltei de metrô. Não tinha só elite no metrô. Tinha muito moleque gritando palavrão dentro do metrô que não tinha nada a ver com elite branca”, disse.

“A coisa desceu. Isso que foi gotejando, de água mole em pedra dura, esse cacete diário de que inventamos a corrupção, de que nós aparelhamos o Estado brasileiro, de que somos um bando de aventureiros que veio aqui para se locupletar, essa história pegou. Na elite, na classe média, e vai gotejando, vai descendo. Porque não demos o combate, não conseguimos fazer o contraponto”, afirmou Carvalho.

Últimas de _legado_Brasil