MTST faz manifestação em frente a construtora proprietária de terreno ocupado

Segundo a Polícia Militar, 300 pessoas participam do ato

Por tamara.coimbra

São Paulo - Integrantes do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) protestam em frente ao prédio da Construtora Even, na Rua Hungria, trecho da Marginal Pinheiros, em São Paulo, onde ocupam duas faixas da pista. A manifestação começou na região do Largo da Batata, na Zona Oeste da capital paulista, de onde os sem-teto partiram em passeata por volta das 10h. Segundo a Polícia Militar, 300 pessoas participam do ato.

O movimento reivindica que uma área na região do Morumbi, na Zona Sul da capital, ocupada há duas semanas, seja destinada à moradia popular. O terreno pertence à Construtora Even há três anos, segundo o MTST. O líder do movimento, Guilherme Boulos, participa de reunião com representantes da construtora para negociar que o terreno seja vendido ao governo estadual, que ficaria responsável pela construção das moradias.

A ocupação, ocorrida no dia 20 de junho, tem cerca de 2 mil famílias, e a construtora já entrou com pedido de reintegração de posse, segundo uma das coordenadoras do MTST, Simone Peres. "Com a construtora vendendo o terreno para o governo, esperamos que sejam construídos prédios de apartamentos adequados, em tamanho grande, onde possamos receber nossas visitas, com cozinha que não tenhamos que tirar a geladeira para poder entrar".

A área ocupada é chamada de Portal do Povo e fica no Portal do Morumbi. De acordo com Simone, o advogado do MTST já entrou com ação para derrubar o pedido de reintegração de posse e obteve sucesso. "Queremos ver qual é o interesse deles naquela área, que estava abandonada há muito tempo. Se eles não cederem o terreno, ficaremos lá até que cedam. Haverá resistência até conseguir o que queremos. Não estamos impondo nada, estamos lutando pelo nosso direito", disse.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia