Presa ateia fogo a colchão no interior de presídio do Distrito Federal

Segundo chefe do plantão da unidade, Marta Basílio Rodrigues, chamas foram rapidamente contidas; sete foram hospitalizadas

Por tamara.coimbra

Distrito Federal - Um princípio de incêndio na Penitenciária Feminina do Distrito Federal, a Colmeia, neste domingo assustou parte das internas. Segundo a chefe do plantão da unidade, Marta Basílio Rodrigues, uma das presas ateou fogo a um colchão ao deixar a cela, no setor de isolamento, para tomar banho de sol. Alertadas pela fumaça, outras internas chamaram os agentes penitenciários que, de acordo com Marta, rapidamente apagaram o fogo.

Mesmo assim, o Corpo de Bombeiros foi acionado. Após avaliar o estado de algumas detentas que reclamavam de irritação ou mal-estar causado pela fumaça, os bombeiros recomendaram que sete presas, entre elas a que ateou fogo, fossem levadas ao Hospital Regional do Gama, onde receberam cuidados médicos.

A chefe do plantão da penitenciária garante que o fogo foi facilmente controlado, que nenhuma interna sofreu qualquer lesão e que as sete que foram levadas ao hospital retornaram rapidamente, sem sequer serem medicadas. Enfermeiras do pronto-socorro hospitalar confirmaram à Agência Brasil que as sete mulheres inalaram fumaça, mas passavam bem e foram liberadas logo após receberem atendimento médico.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia