Polícia Federal deporta 28 índios venezuelanos que estavam em Roraima

28 índios e mais 20 menores de idade foram levados até Pacaraima, fronteira entre o Brasil e a Venezuela, para que pudessem retornar ao país de origem

Por julia.sorella

Roraima - A Polícia Federal deportou na quinta-feira 28 índios venezuelanos da etnia Warao e Pasco Orinoca que viviam em Roraima após ter entrado ilegalmente no país, informou nesta sexta-feira a corporação. Os 28 índios, junto com 20 menores de idade que os acompanhavam, foram interceptados na cidade de Boa Vista e transportados na quinta-feira em ônibus até Pacaraima, na fronteira entre os países, para que pudessem retornar à Venezuela, segundo um comunicado da PF.

Os 20 menores, filhos dos índios, saíram do país acompanhando seus pais, uma vez que juridicamente não podem ser deportados de território brasileiro. De acordo com nota, os índios teriam justificado aos policiais que vieram a Roraima para ser comerciantes, mas alguns estariam mendigando na ruas de Boa Vista.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia