Santa Casa de SP fecha pronto socorro por falta de materiais e medicamentos

Os pacientes que foram ao Pronto Socorro encontraram portão fechado e faixa informando e lamentando o fechamento

Por tamara.coimbra

São Paulo - Por falta de dinheiro para comprar materiais e medicamentos, a Santa Casa de Misericórdia de São Paulo informou nesta terça-feira que interrompeu os atendimentos de urgência e emergência do Pronto-Socorro. Os pacientes que foram ao Pronto Socorro no bairro de Santa Cecília, região central, encontraram os portões fechados e uma faixa informando e lamentando o fechamento.

Em nota, a instituição informa que "se vêm compelida a interromper o atendimento de urgência e emergência do seu hospital central, devido a falta de recursos para aquisição de materiais e medicamentos". E continua: "A administração da Santa Casa está envidando todos os esforços possíveis para reverter a situação junto às autoridades responsáveis pela saúde pública, e voltar a oferecer os serviços de qualidade pública, e voltar a oferecer os serviços de qualidade aos pacientes, o que tem sido sua marca ao longo dos anos".

A Santa Casa é uma instituição filantrópica que se mantém com recursos do Sistema Único de Saúde (SUS) e doações.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia