Ex-Polegar Rafael Ilha deixa prisão em Foz do Iguaçu

Ele vai responder em liberdade pelo crime de tráfico internacional de armas

Por leonardo.rocha

Paraná - O ex-Polegar Rafael Ilha saiu da prisão por volta das 17h30 desta terça-feira, em Foz do Iguaçu, no Paraná, após pagar fiança no valor de R$ 40 mil. Rafael e a esposa, Aline Kezh, estavam presos desde de o dia 21 de julho após tentar atravessar a fronteira do Paraguai com armas e munição ilegais.

Rafael Ilha e a mulher%2C Aline KezhReprodução


De acordo com a Secretaria da Justiça, Cidadania e Direitos Humanos (Seju), O pedido de liberdade provisória foi feito pelo advogado Willian Lobato na última quinta-feira e concedido pelo juiz Pedro Carvalho Aguirre Filho. Rafael ficou preso na Penitenciária Estadual de Foz do iguaçu I (PEF 1). Ele vai responder em liberdade pelo crime de tráfico internacional de armas. Se for condenado, pode pegar de quatro a oito anos de prisão.

Já a mulher do ex-Polegar ficou detida na Cadeia Pública de Foz do Iguaçu. O valor da fiança dela foi de R$ 15 mil, e também foi liberada na tarde desta terça-feira, segundo informações da Seju.

Fiança

Elias Abrão, irmão da apresentadora Sônia Abrão, pagou a fiança para a liberação de Rafael Ilha e sua mulher, Aline, na manhã desta terça-feira. A informação foi confirmada pelo advogado do casal, José Beraldo. O empresário é proprietário da produtora Câmera 5, que produz o programa da jornalista exibido na Rede TV!, e desembolsou R$55 mil para liberar o ex-polegar e a companheira. Há cinco anos, Rafael trabalha na produção de Sônia.

Prisão

Rafael Ilha, ex-integrante do grupo Polegar, foi preso na tarde desta segunda-feira, em Foz do Iguaçu, no Oeste do Paraná. Ele e a esposa, Aline Kezh, foram detidos portando uma espingarda calibre 12, munição e uma arma de choque no momento em que retornava ao Brasil vindo do Paraguai.

Rafael Ilha foi preso na tarde desta segunda-feira%2C em Foz do IguaçuDivulgação / Polícia Federal


Segundo a Receita Federal, o casal foi pego tentando burlar a fiscalização da receita passando pela fronteira em dois mototáxis. Na ocasião, os agentes pararam a moto em que Rafael estava. A mulher dele, que vinha logo atrás, tentou dar meia-volta e seguir para o Paraguai de novo, mas foi impedida pelos agentes.

Ainda de acordo com informações da Receita Federal, Rafael e a esposa podem pegar de quatro a oito anos de prisão por tráfico internacional de armas. Eles foram encaminhados para a Delegacia da Polícia Federal, para que fosse registrado o flagrante.

Histórico

Sua trajetória começou quando estreou no meio artístico aos 9 anos, fazendo comerciais. Aos 12, entrou para o grupo Polegar, boy band brasileira montada por Gugu Liberato - que estourou no final da década de 80, com o hit "Dá Para Mim" - que pegava carona no sucesso dos porto-riquenhos do Menudo. No auge da fama, aos 17, Rafael namorou a atriz Cristiana Oliveira, nove anos mais velha e a beldade mais em alta da TV na época, como a Juma da novela ‘Pantanal’, da extinta TV Manchete.

Mas apesar do sucesso, seu envolvimento com as drogas já o corroía. Rafael usava entorpecentes desde os seus 12 anos. Começou cheirando cola e benzina e logo depois veio a cocaína. Aos 25 anos, viciado em crack e vivendo debaixo de um viaduto em São Paulo, ele foi preso ao assaltar uma mulher para comprar drogas. Dentre suas internações em clínicas de reabilitação, o cantor ficou famoso por um episódio em 2000, quando, internado e em crise de abstinência, engoliu pilhas.

Atualmente é repórter do ‘A Tarde É Sua’, da Rede TV, apresentado por Sônia Abrão. Rafael trabalha na produtora dela, a Câmera 5, desde o início de 2010, quando saiu de sua última internação, depois de tentar o suicídio.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia