Justiça marca audiência para definir reajuste de rodoviários em greve no Recife

Grevistas querem reajuste salarial de 10% mais aumento do vale-refeição, de R$ 171 para R$ 320

Por tamara.coimbra

Pernambuco - O Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região (TRT), sediado no Recife, marcou audiência para as 16h desta terça-feira, no intuito de negociar o reajuste salarial dos rodoviários da capital pernambucana, que entraram em greve nesta segunda. O Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros no Estado de Pernambuco (Urbana-PE) informou, em nota, que apresentou duas propostas de dissídio coletivo ao TRT6.

Uma delas submete ao tribunal as reivindicações dos trabalhadores, pela qual o sindicato não apresenta proposta, apenas acata a decisão do TRT; e na outra proposta pede para que o tribunal, além de declarar a abusividade da greve, autorize a admissão, suspensão e demissão de funcionários.

A mobilização dos redoviários faz parte da campanha salarial do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários Urbanos de Passageiros do Recife e Regiões Metropolitana, da Mata Sul e Norte de Pernambuco. De acordo com o sindicato patronal, 57% da frota de ônibus estava em operação no final da tarde desta segunda-feira.

Os grevistas querem reajuste salarial de 10% mais aumento do vale-refeição, de R$ 171 para R$ 320, mas os patrões só querem dar 5% de correção e propõem a criação de banco de horas com validade de um ano, ampliação dos intervalos intrajornadas para quatro horas e revalidação das cláusulas sociais da Convenção Coletiva de 2013. Diante da rejeição dos rodoviários, o Ministério Público do Trabalho, em audiência de conciliação, sugeriu aumento de 10% no salário e no vale-refeição, não aceito pelo sindicato patronal.

Atualmente, o valor do salário recebido por motoristas é R$ 1.605 e de cobradores, R$ 783. Com o aumento de 10%, os salários iriam para R$ 1.765 e R$ 861,63, respectivamente. Já os fiscais, que recebem R$ 1.037, passariam para R$ 1.140.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia