Exame revela agulhas no corpo de criança de três anos

Mãe acredita que o padrasto maltratava a menina e realizava algum tipo de ritual macabro

Por tamara.coimbra

Alagoas - Um caso de maus-tratos à uma criança de 3 anos foi denunciado ao Conselho Tutelar de Jacaré dos Homens, município do Sertão de Alagoas, após denúncias anônimas nesta semana. A menina foi encontrada pela tia com hematoma no olho esquerdo e passou por exames, que descobriu que ela tinha três agulhas espalhadas pelo corpo.

Exame mostra três agulhas no abdômen Reprodução / TV Gazeta

Na ocasião, a tia levou a sobrinha para morar com ela, em tentativa de resgatá-la da mãe e do padrasto. A menina chegou a relatar ao Conselho Tutelar que o padrasto cortou o seu cabelo.

Ainda de acordo com o conselho, a mãe da criança disse que já havia retirado do corpo da criança algumas agulhas que estavam sob a pele. Ela relatou ainda que o único suspeito só poderia ser o marido. De acordo com a mãe, o companheiro, identificado apenas como Ronaldo, não gostava da criança e costumava espancá-la com frequência. Ela conta ainda que acredita que o padrasto realizava algum tipo de ritual macabro.

A menina fez exames e foi constatado que três agulhas estavam em seu corpo. A criança passou por uma unidade de emergência, mas o médico relatou que não havia necessidade, por enquanto, de cirurgia, e que o próprio organismo se encarregaria de expulsar os objetos do corpo naturalmente. A criança não corre risco de morte.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia