Igrejas incendiadas causam mistério no interior de MG e assustam moradores

Imagens de santos são quebradas e é deixada uma cruz feita de sal grosso na porta das capelas, como forma de assinatura

Por tamara.coimbra

Minas Gerais - Um grande mistério aterroriza o interior de Minas Gerais com uma série de crimes religiosos que está assustando os moradores e desafiando a polícia local. De acordo com a reportagem do "Fantástico", do mês de março até o final de agosto, sete Igrejas católicas foram incendiadas. Na ocasião, são quebradas as imagens dos santos e é deixada uma assinatura: uma cruz de sal grosso.

Imagens de santos quebradas em frente a uma capela destruídaReprodução / TV Globo

Segundo informações, os criminosos agem de madrugada, já que na zona rural a população tem o costume de se recolher quando anoitece. Ao amanhecer, é possível ver a destruição. As sete capelas, que foram incendiadas em quatro cidades desde março, ficam a cerca de 250 quilômetros de Belo Horizonte.

A polícia investiga os ataques às Igrejas e suspeita que sejam casos de intolerância religiosa. O delegado do caso afirmou que não tem como recolher digitais por causa dos incêndios.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia