Ato contra governo reúne 2 mil

Manifestantes protestaram contra o governo da presidente Dilma Rousseff e escândalo da Petrobras

Por karilayn.areias

São Paulo - Um protesto contra o governo da presidenta Dilma Rousseff (PT) reuniu ontem à tarde cerca de duas mil pessoas na região da Avenida Paulista, em São Paulo. A manifestação foi marcada por uma divisão entre manifestantes contra e a favor de uma intervenção militar no país. Os contrários à volta dos militares chegaram a pedir ajuda da polícia para excluir de sua passeata os simpatizantes da intervenção militar.

Manifestantes protestam contra governo e escândalo da PetrobrasAE

O músico Lobão, que se tornou uma espécie de símbolo dos atos contra o governo da petista, disse que não iria se juntar à caminhada enquanto os defensores do golpe ocupassem o mesmo espaço que os demais manifestantes. “Cadê os parlamentares? Só tem ‘inimigo’ aqui. Cadê o Aécio, o Caiado? Se eu passo aqui e vejo esse pessoal, acho que é tudo a mesma coisa. Estou pagando de otário.”

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia