Mais Lidas

Ministros prestigiam posse de Juca

'Marta quis acertar em Deus e acabou acertando no padre', diz novo titular da Cultura

Por thiago.antunes

Brasília - Prestigiado por pelo menos dez ministros, Juca Ferreira tomou posse nesta segunda-feira na pasta da Cultura com críticas a sua antecessora, a ex-ministra Marta Suplicy. Ele disse que a atual senadora quis “atirar em Deus e acabou acertando no padre de uma paróquia”. “Eu sou um alvo eventual”, afirmou o novo ministro, depois do evento de transmissão de cargo na Funarte, em Brasília.

Em dezembro, assim que teve seu nome anunciado como ministro da Cultura, Marta Suplicy publicou mensagem no Facebook alegando que ele havia cometido “desmandos” à frente da pasta que geriu de 2008 a 2010. Antes disso, Juca foi secretário-executivo do ex-ministro Gilberto Gil (2003-2010).

Juca se comprometeu a modernizar a legislação do direito autoralABr

Em entrevista ao jornal ‘O Estado de S. Paulo’ publicada no domingo, Marta afirmou que enviou à Controladoria-Geral da União (CGU) documentos com supostas irregularidades cometidas na Cinemateca Brasileira durante gestão de Juca.

Na cerimônia de posse, Juca agradeceu a presença e o apoio em peso dos ministros. “Tenho muito carinho por esse apoio e por isso gostaria, em primeiro lugar, de agradecer a presença de vocês.” No discurso, Juca defendeu a manutenção de recursos para a pasta, sem os quais “não conseguiremos realizar nossos anseios”. “Além do apoio da nossa presidenta, tenho certeza que a nova equipe econômica, ainda que desafiada a prover ajuste fiscal em nosso país, será sensível a essa necessidade”, afirmou o ministro.

Ele se comprometeu ainda a modernizar a legislação do direito autoral, dar “transparência absoluta” às decisões do ministério por meio de um “gabinete digital” e aprimorar o sistema de financiamento da área.“A cultura brasileira não pode ficar dependente dos departamentos de marketing das grandes corporações”, disse Juca. “É um excelente ministro, um excelente trabalho.Temos uma confiança enorme num mandato inovador, aberto, valorizando a cultura brasileira. É um excelente companheiro de governo”, afirmou o ministro-chefe da Secretaria Geral da Presidência, Miguel Rossetto.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia