Chuva forte atinge municípios da Baixada Santista e causa transtornos

Cidade mais afetada foi Santos, onde houve quedas de árvore, deslizamentos de terra e até policlínicas não puderam abrir

Por paulo.lima

Santos, SP - Uma forte atingiu municípios da baixada santista desde a noite de quinta-feira até a manhã de sexta-feira. Em um período de aproximadamente 10h, choveu 174 mm, o que representa um volume maior que o esperado para todo o mês de janeiro. Em Santos, houve registro de deslizamentos de terra, queda de árvores e até quatro policlínicas municipais fecharam devido aos alagamentos.

Em Santos%2C diversas ruas ficaram alagadas e quatro árvores caíramReprodução


De acordo com a prefeitura do município, Santos encontra-se em estágio de atenção após a chuva que durou das 20h de quinta-feira até as 8h de sexta-feira. Foram registradas quatro quedas de árvore e 11 deslizamentos de terra por toda a cidade, além de diversos pontos amanhecerem alagados. A força da água também derrubou o muro de uma casa no bairro Encruzilhada e afetou quatro policlínicas na cidade, que permaneceram fechadas. Apesar dos transtornos, não houve feridos.

Em São Vicente, município vizinho, também foram registrados pontos de alagamento e um deslizamento de terra. O fórum da cidade chegou a ficar alagado com a chuva e até uma cratera abriu no bairro Vila Valença. Devido aos bloqueios nas vias, o trânsito na via que liga Santos e São Vicente foi afetado e apresentou lentidão. Também houve problemas no município de Cubatão, onde o nível de um rio subiu e diversas pessoas ficaram desalojadas. Algumas casas chegaram a ficar com dois metros de água.

A chuva também afetou a Via Anchieta, importante rodovia que liga a baixada santista à capital, que chegou a ficar por 11 horas totalmente interditada após um deslizamento de terra. Segundo a Ecovias, empresa que administra a via, a encosta caiu por volta das 23h20 de quinta-feira no km 44, na altura de Cubatão. A interdição foi até às 8h30 desta sexta-feira. O sentido capital foi liberado e em direção a Santos, segue bloqueado para limpeza.

Reportagem de Paulo Lima

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia