Dilma escolhe desembargador do TRF para ocupar vaga no STJ

Magistrado vai ocupar a vaga que era de Arnaldo Esteves Lima

Por clarissa.sardenberg

Brasília - A presidenta Dilma Roussef indicou o desembargador federal Reynaldo Soares da Fonseca, de São Luís, no Maranhão, para ocupar o cargo de ministro Superior do Tribunal de Justiça (STJ), segundo informou nesta quinta-feira o Ministério da Justiça. Fonseca atua no Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1), sediado em Brasília.

A nomeação foi feita na tarde desta quinta-feira pouco depois de uma reunião da presidenta com o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, no Palácio da Alvorada. A decisão deve ser publicada no Diário Oficial da União da próxima segunda-feira.

Agora, o desembargador passará por sabatina na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, e, em seguida, terá de ser aprovado pelo plenário da Casa. 

Novo ministro do STJ Reynaldo Soares da Fonseca Divulgação

O magistrado vai ocupar a vaga que era de Arnaldo Esteves Lima, aposentado em julho do ano passado.  A vaga foi preenchida a partir de três nomes escolhidos e indicados pelos próprios ministros da casa à presidenta.

Joel Ilan Paciornik e João Batista Pinto Silveira, ambos do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, também foram indicados.

Fonseca nasceu em São Luís (MA). Em 1992, tornou-se juiz de direito substituto no Distrito Federal (DF). No ano seguinte, foi nomeado juiz federal substituto da 4.ª Vara da Seção Judiciária do DF. Em 2009, foi empossado no TRF1.


*Com informações da Agência Brasil 

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia