Incêndio atinge tanques de combustíveis em área industrial de Santos

Embarcação foi enviada para retirar água do canal do porto para combater as chamas

Por clarissa.sardenberg

São Paulo - Tanques de combustível de uma empresa do bairro da Alemoa, em Santos, na Baixada Santista, foram atingidos por um incêndio que começou às 10h da manhã desta quinta-feira, segundo informações do Corpo de Bombeiros. No local, da empresa Ultracargo, do Grupo Ultra, não há registro de vítimas, informou a companhia. Ainda não há informações sobre a causa do incêndio.

De acordo com informações da empresa, a equipe da Brigada de Incêndio evacuou a área e acionou o plano de ajuda mútua. A empresa informou que o fogo já foi contido e que os bombeiros estão conseguindo evitar que o fogo se espalhe para outros tanques. Ainda é possível observar chamas altas e muita fumaça no local.

Brigada evacuou a área e acionou o plano de ajuda mútua para conter incêndio na Ultracargo%2C em SantosReuters

O Corpo de Bombeiros informou que 80 homens e 22 viaturas trabalham para resfriamento dos tanques da Ultracargo, uma das maiores provedoras de armazenagem para granéis líquidos do Brasil. A Ultracargo movimenta produtos químicos, combustíveis, óleos vegetais, etanol e corrosivos.

Viaturas de outras cidades da região estão sendo enviadas para reforçar o trabalho, além do navio Governador Fleury, do próprio Corpo de Bombeiros. Embarcação foi enviada para retirar água do canal do porto para combater o incêndio.

O acesso de caminhões ao porto está sendo feito pelo centro de Santos e a saída para a Via Anchieta, pela Rua Cristiano Ottoni. A Codesp enviou a Brigada de Incêndio para colaborar no controle do fogo.

Com informações da Reuters

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia