Governo do Maranhão avalia falhas que gerou fuga de presos de Pedrinhas

Ação de resgate foi descoberta cerca de duas horas antes

Por karilayn.areias

São Luís - As secretarias de Segurança Pública (SSP) e de Administração Penitenciária (Sejap) do Maranhão se reuniram hoje para avaliar as falhas operacionais que permitiram a fuga de quatro presos do Complexo Penitenciário de Pedrinhas, na madrugada de domingo.

Governo do Maranhão avalia falhas que resultou em fuga de quatro presos do Complexo Penitenciário de PedrinhasAgência Brasil

A fuga ocorreu quando oito homens armados com pistolas e fuzis entraram, pouco depois das 4h, no Centro de Detenção Provisória do Complexo Penitenciário de Pedrinhas para resgatar os presos. Os detentos Adeilton Alves Nunes, Ilton Carlos Martins, John Lennon da Silva Lima e John Carlos Campos Silva ainda não foram capturados.

O governo admitiu que houve falhas na operação para conter a fuga, pois a ação de resgate foi descoberta cerca de duas horas antes. De acordo com a nota divulgada pelo governo, a operação estava sendo monitorada e os policiais tinham informações sobre a localização do grupo.

De janeiro a março deste ano, foram registradas 15 fugas e quatro mortes em Pedrinhas. No mesmo período de 2014, a Secretarias de Segurança contabilizou 24 fugas e 12 mortes e, em 2013, 17 fugas e oito mortes.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia