Desemprego cresce e chega a 8,1% no trimestre até maio, segundo IBGE

Segundo o instituto, 8,2 milhões de pessoas a partir dos 14 anos sem emprego no País durante o período da pesquisa

Por marcelle.bappersi

Rio - A taxa de desemprego subiu e chegou a 8,1% no trimestre até maio, de acordo com dados divulgados nesta quinta-feira pelo IBGE, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. O índice cresceu 7% em relação ao mesmo período de 2014 e superou o trimestre encerrado em março, quando chegou a 7,9%, e abril, com 8%.

Segundo a entidade, havia 8,2 milhões de pessoas de 14 anos ou mais sem emprego no País durante o período referido. Essa foi a maior taxa de desocupação para um trimestre de março a maio desde 2012, analisou o IBGE.

Taxa de desemprego chegou a 8%2C1% no trimestre até maioDivulgação

A estimativa era de 7,4 milhões no trimestre que terminou em fevereiro, aumento de 756 mil pessoas desempregadas, ou 10,2% de trabalhadores procurando emprego. Em um ano, o contingente de desocupados cresceu 1,3 milhão, ou 18,4%, informou a instituição.

Esses números compõem a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) Contínua, substituta da Pnad anual e da Pesquisa Mensal de Emprego (PME). Para chegar a esses números, o instituto investigou 3.464 municípios e cerca de 210 mil domicílios no trimestre citado, informou a coordenadoria do IBGE.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia