Tornado fere 50 pessoas no Paraná

Ventos de 115 quilômetros por hora destruíram imóveis em cidades do sudoeste do estado

Por bferreira

Paraná - Um tornado com ventos de 115 quilômetros por hora deixou pelo menos 50 pessoas feridas na noite de segunda-feira no Sudoeste do Paraná. Dos feridos, 19 são moradores de Francisco Beltrão e 30 de Mariópolis. Houve danos em 35 cidades, e cerca de 12 mil pessoas foram prejudicadas, segundo relatório da Defesa Civil.

O vento forte, em forma de redemoinho, destruiu dezenas de imóveis e destelhou outros, além de derrubar árvores e postes e provocar danos em diversas áreas agrícolas em toda a região.

Os ventos fortes começaram por volta das 19h e foram seguidos de chuvas. Segundo o Somar Meteorologia, a duração do tornado, de alguns minutos, foi considerada pequena, se comparada ao tipo de fenômeno comum nos Estados Unidos. Para hoje, a previsão é de mais chuva no Paraná.

Há temporais previstos também no Rio Grande do Sul, onde existem 600 desabrigados. Três cidades, Esteio, Rolante e Riozinho, estão em estado de emergência, e várias outras continuam com casas e ruas alagadas. Bombeiros e voluntários usam barcos para socorrer e retirar moradores ilhados. Municípios anteciparam as férias escolares.

Um funil que arrasta tudo

O tornado é a formação de ventos fortes durante temporal de grandes proporções. Elr se origina em uma nuvem chamada pelos especialista de supercélula, resultado do choque de massas de ar diferentes, uma quente e outra fria.

O fenômeno causa os ventos fortes, que ao chegar o solo, provoca um movimento giratório em forma de funil, que suga o que encontra no caminho.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia