Mais Lidas

Alckmin critica atos de vandalismo

Manifestantes mascarados depredaram ônibus, orelhões, agências bancárias e viaturas da CET

Por tiago.frederico

São Paulo - O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, afirmou na sexta-feira que são inaceitáveis os “atos de vandalismo e a destruição do patrimônio público” ocorridos durante a manifestação contra o aumento das tarifas dos transportes públicas na capital paulista, na sexta-feira.

LEIA MAIS: Uma pessoa segue presa após protesto contra aumento de tarifa em São Paulo

Manifestantes mascarados depredaram ônibus, orelhões, agências bancárias e viaturas da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET).

No Twitter, Alckmin disse ainda que a Polícia Militar continuará agindo para garantir a liberdade de manifestação e o direito de ir e vir. “Vandalismo é crime. Não será tolerado”, escreveu o governador.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia