Sucesso na carreira: Negociação salarial

A negociação salarial é um dos momentos mais delicados na vida profissional

Por bferreira

Rio - A negociação salarial é um dos momentos mais delicados na vida profissional. Para facilitar a conversa com o chefe ou gestor, é fundamental justificar o merecimento do aumento de salário com resultados concretos. Exemplos: provar aumento da produtividade ou após elevação do faturamento. O momento será favorável se o profissional já vem atendendo às expectativas que a firma tem dele. Abaixo, veja como negociar.

Por Janaina Ferreira

PERGUNTA E RESPOSTA

“Tenho dois empregos, mas um deles exige cada vez mais de mim. Já expliquei à minha chefe que precisarei largar o outro trabalho para permanecer na empresa e pedi um aumento salarial para compensar. Ela disse, porém, que não sabe se isso será possível. Devo pressionar pelo aumento?”

Fernando, Laranjeiras

Olá, Fernando! Se olharmos pelo lado positivo, você está com um bom problema: tem dois empregos, enquanto muitas pessoas não têm nenhum. No entanto, você precisará pensar bem antes de tomar qualquer decisão, principalmente quanto a abrir mão de um dos salários. Se, por um lado, o mercado de trabalho está aquecido, por outro, a concorrência está cada vez mais acirrada.

Partindo do princípio de que ninguém é insubstituível, se você pressionar sua chefe a lhe dar um aumento, pode ser que ela opte por substituí-lo. Ela pode até ter interesse na sua permanência na empresa e querer reajustar o seu salário, mas e se o momento não lhe permitir?

Portanto, antes de decidir, é necessário verificar quais planos as duas empresas têm para você e quando eles serão efetivados. Essas informações são essenciais para definir o emprego do qual você vai abrir mão.

A dica é não pensar apenas na situação presente, mas analisar também o salário e os benefícios oferecidos pelas duas firmas. Inclua, ainda, fatores como oportunidades de crescimento e solidez das empresas no mercado.

Caso sua chefe confirme que não haverá aumento salarial e não tenha planos para seu futuro, não demonstre irritação, nem diminua sua produtividade. Esse pode ser um bom motivo para você planejar a carreira em outra empresa. Boa sorte!

Janaina Ferreira é professora do Ibmec-RJ. Amanhã, Sucesso nas Finanças

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia