Por bferreira

Rio - O trabalhador que recebe até quatro salários mínimos (R$ 2.712) agora vai poder viajar ao redor do país por meio de um programa do governo federal. É o projeto “Viaja Mais Trabalhador” que, de acordo com o secretário- executivo do Ministério do Turismo, Valdir Simão, deve ser lançado até o fim deste ano. A proposta é baseada no “Viaja Mais Melhor Idade”, que tem pacotes e ofertas de viagens em grupo a quem tem 60 anos de idade ou mais.

De acordo com Simão, o “Viaja Mais Trabalhador” passa por negociações com instituições. O objetivo é estimular o turismo entre os brasileiros com preços “adequados”. “Estamos elaborando o programa e conversando com instituições federais, como a Caixa Econômica Federal e o Banco do Brasil”, afirmou Simão, em coletiva à imprensa ontem no Forte de Copacabana, no Rio.

O secretário-executivo do Ministério do Turismo disse também que há conversas com esses bancos para estabelecer financiamentos com taxas adequadas ao público que tenham ganho de até quatro salários mínimos por mês. Simão conta que o Ministério do Trabalho deve integrar o programa.
Conforme o executivo, ainda não há nada definido, mas é possível que os recursos do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT), seja usado para viabilizar o projeto.

PAC DO TURISMO

Nas próximas semanas, de acordo com o secretário-executivo, o governo deve lançar o “PAC do Turismo”. A iniciativa prevê um investimento de R$680 milhões na reforma e construção de centros de convenções em dez cidades das cinco regiões do país.

Você pode gostar