Por helio.almeida

Rio - O percentual de famílias que relataram ter alguma dívida (cheque pré-datado, cartão de crédito, cheque especial, carnê de loja, empréstimo, prestação de carro e seguro) teve pequena queda segundo a Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic), divulgada nesta terça-feira pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC).

De acordo com o levantamento, o número de famílias endividadas atingiu 63% em junho de 2013, abaixo dos 64,3% registrados em maio. Apesar da queda na comparação mensal, o número de endividados foi superior aos 57,3% observados em junho de 2012.

O percentual de famílias com contas em atraso caiu nas comparações mensal e anual. As famílias inadimplentes atingiram 20,3% em junho, ante 21,6% em maio de 2013 e 23,2% em junho de 2012. Em junho de 2013, o percentual recuou 0,3 ponto percentual em relação a maio, a mesma variação em comparação com junho de 2012.

Na avaliação da economista da CNC, Marianne Hanson, apesar do recuo do percentual de famílias endividadas em junho de 2013, o indicador encerrou o segundo trimestre do ano em patamar mais elevado que o observado no trimestre anterior e em igual período do ano passado.

Você pode gostar