Por bferreira

Rio - A chegada do frio — raridade no Rio de Janeiro — é a ocasião ideal para aproveitar um momento a dois, de preferência acompanhado de fondue e vinho, os preferidos da estação. Há diversas opções de restaurantes na cidade, mas os casais que não querem gastar muito podem economizar com um jantar romântico em casa.

O médico Antônio Carlos escolhe um aparelho de fondue na Leader para presentear um casal de amigosCarlo Wrede / Agência O Dia

De acordo com o professor de varejo da FGV, Daniel Plá, jantar fora pode custar de três a quatro vezes mais que comer em casa. Enquanto em restaurantes, o preço do fondue para duas pessoas varia de R$ 49 a R$ 183, em casa, é possível preparar a iguaria por menos de R$ 30. Nas principais lojas da cidade, encontrar-se o aparelho para fondue por preços que variam de R$ 35 a R$ 155.

PARA SAIR DA ROTINA

“O importante é o casal romper com a rotina, por isso jantar fora de casa tem uma certa simbologia. O que vale não é o preço do jantar, é o valor. Para quem quer criar um ambiente romântico em casa, a luz de velas é imbatível”, afirma Daniel Plá.

O especialista recomenda também que os consumidores fiquem atentos a promoções de queijos e vinhos nos supermercados. “O normal é que as grandes redes de supermercados tenham preços menores, mas nem sempre isso é verdade, por isso é importante comparar”, avalia.

O médico Antônio Carlos Colona, de 55 anos, conta que não abre mão do fondue quando o tempo esfria. “Eu e minha esposa comemos esse prato com frequência com nosso grupo de amigos. Aliás, vim comprar um presente de casamento e estou pensando em levar um kit de fondue, que está em conta”, afirma.

Agricultura pode sofrer com frio no Sul

O frio intenso no Sul do país pode afetar o preço dos itens de hortifruti, principalmente as hortaliças, a cebola e o tomate. Em menor escala, a produção de batata e cenoura também deve sofrer com o clima.

Técnico da Empresa de Pesquisas Agropecuárias, Francisco Heiden afirma que ainda não é possível prever se haverá quebra na safra. “Normalmente, acontece o retardamento da colheita. Mas como este ano o frio está mais intenso, pode ser diferente”, explica.

No Paraná, especificamente, mais de 52% do cultivo de trigo deve ter problemas se o frio continuar, e 40% da produção de café pode ser comprometida.

Dia mais frio do ano no Rio

Os cariocas sentiram muito frio ontem. A cidade registrou a temperatura mais baixa do ano, com mínima de 11ºC no Alto da Boa Vista. No estado, a menor foi no Pico do Couto, em Petrópolis, onde os termômetros marcaram uma mínima de 3,2°C. De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), a previsão é que o frio e a chuva fina continuem durante a semana.

A mudança climática repentina ocorreu por conta de uma forte massa de ar frio de origem polar, uma das mais fortes dos últimos 13 anos, segundo a meteorologista Morgana Almeida.
“É o mesmo sistema que está provocando a neve no Sul do país”, explicou a especialista, ressaltando que a mínima não passará dos 16°C até amanhã.

Você pode gostar