Coluna do Servidor: Itamaraty cortará salário alto

Ministro Antonio Patriota vai acatar decisão do TCU

Por bferreira

Rio - O ministro de Relações Exteriores, Antonio Patriota, afirmou ontem que vai acatar a decisão do Tribunal de Contas da União (TCU), que determinou o corte de remuneração de diplomatas e outros servidores no exterior do Itamaraty que recebem acima do teto salarial do funcionalismo público, de R$ 28 mil.

A decisão foi divulgada por Patriota após a 2ª Reunião do Diálogo de Parceria Estratégica Brasil-Canadá. O evento contou com a presença do ministro dos Negócios Estrangeiros do Canadá, John Baird, no Rio.

Segundo o ministro de Relações Exteriores, a decisão do TCU vai afetar “12 ou 13 salários”. Patriota negou que a decisão tenha gerado algum tipo de desconforto.

“É uma decisão que faz parte de um diálogo que nós temos mantido com o TCU a respeito de práticas administrativas. O Itamaraty quer ser campeão da transparência, da implementação da Lei de Acesso à Informação e das boas práticas governamentais. Esse ‘abate-teto’, como vai ser implementado, afeta poucos salários, cerca de 12 ou 13 neste momento, inclusive de vários diplomatas que estão prestes a se aposentar”, disse o ministro.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia