Por bferreira

Rio - Determinados concursos podem ser considerados um projeto de vida, devido ao extenso conteúdo. Então, preparar-se com as melhores técnicas é fundamental para agilizar o aprendizado. Para quem dispõe de pouco tempo para estudar, recorrer à Leitura Dinâmica pode ser uma ferramenta bastante útil de memorização dos conteúdos. A técnica pode ser usada por qualquer candidato para qualquer tipo de seleção.

Por Claudia Jones

PERGUNTA E RESPOSTA

“Resolvi fazer o concurso do ICMS-RJ e fiquei desesperada com a quantidade de matéria. Resolvi contratar um curso de leitura dinâmica para aprender a ler mais rápido e com maior compreensão. Esse curso pode me ajudar também com a parte de inglês? A técnica será útil?”

Angela, Méier

Angela, estudar para um concurso parrudo como esse é um projeto de vida. O edital é bem pesado, mas nada que você não possa, com uma boa organização, conseguir bons rendimentos.

Até porque as provas são em janeiro. A sua ideia de fazer um curso de leitura dinâmica simultâneo à sua preparação em relação ao conteúdo é muito boa.

Ouço falar muito bem dessa técnica. Normalmente, a leitura dinâmica vem acoplada a um processo de memorização. Para tirar sua dúvida, conversei com o professor Juarez Lopes. Ele diz que “a Leitura Dinâmica é feita em blocos de imagens, por isso ela é mais rápida”. No ritmo normal da vida, o cérebro consegue revelar 24 fotos por segundo. Se eu fotografar as sílabas, vou ler 24 sílabas por segundo, isso é a leitura tradicional. Se eu fotografo blocos, leio 24 blocos por segundo, isso é a leitura dinâmica.

Em relação a sua dúvida sobre usar a técnica para inglês, Lopes orienta que “a técnica pode ser usada também em outro idioma, basta que você conheça o vocabulário e seja capaz de lê-lo tradicionalmente”. Em inglês é até mais fácil, pois não somos alfabetizados vocalizando sílaba por sílaba como no português, e sim palavras, e até frases inteiras. Se você tiver mais alguma dúvida, basta acessar o site www.cursoiom.com.br.

Gostaria de parabenizá-la, pois percebo que é uma candidata preocupada em otimizar seus conhecimentos, rumo à aprovação. Bons estudos!

Claudia Jones é jornalista especializada em concursos públicos

Você pode gostar