Por bferreira

Rio - Foram autorizados ontem os concursos públicos do Departamento de Policia Rodoviária Federal (DPRF) e da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) pelo Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão. Juntos, os dois órgãos federais vão oferecer 316 vagas em 2014. O prazo para publicação dos dois editais de abertura será de até seis meses (até o fim de junho de 2014).

O DPRF abrirá 216 vagas para o cargo de agente administrativo, que exige o Nível Médio. Já a Anatel vai oferecer 100 vagas, 68 delas com exigência de Nível Superior, e 32 de Nível Intermediário. De acordo com a Portaria nº 557, publicada ontem no Diário Oficial da União, o concurso da DPRF destina-se à substituição de terceirizados, cuja remuneração inicial atual é R$ 3.316.

ANATEL

Já a Portaria nº 556 que autorizou o concurso público da Anatel destina-se ao preenchimento de 48 vagas para o cargo de especialista em regulação de serviços de telecomunicações, 20 de analista administrativo, 12 de técnico em regulação de Serviços de telecomunicações; e 20 de técnico administrativo, estes dois últimos de nível intermediário.

A remuneração inicial para o cargo de especialista em regulação é, atualmente, de R$ 10.019. Já para Analista Administrativo, de R$8.263. As outras oportunidades de Nível Médio têm remuneração inicial de R$ 4.984 (técnico em regulação) e de R$4.760 (técnico administrativo).

A banca organizadora nos últimos concursos dos dois órgãos foi a Cespe/UnB. Portanto, é grande a chance de a banca ser a mesma. Cláudia Jones, especialista do site Questões Concursos, aconselha o candidato a começar agora os estudos. “Apesar de o prazo para a publicação ser de seis meses, o órgão pode publicá-lo no momento que achar conveniente. Portanto, se o candidato começar agora estará à frente da concorrência”’, orienta.

Mais de 47 mil vagas devem ser oferecidas por órgãos federais e estaduais

São 47 mil o total de vagas de concursos públicos de órgãos de nível federal e estadual que devem acontecer neste ano novo. Entre os concursos mais esperados do ano estão os da Caixa Econômica Federal, Anac, Agência Nacional de Transportes Aquaviários, Polícia Federal e Receita Federal.

O Projeto da Lei Orçamentária Anual (Ploa), entregue ao Congresso Nacional pela ministra do Planejamento, Miriam Belchior, em setembro, oferece margem de até 47.112 vagas para contratações por concurso público no Poder Executivo. Nos Poderes Legislativo e Judiciário, que poderão autorizar as contratações de forma independente, são 5.438 vagas. Já nas Forças Armadas são 7 mil vagas. Para o concurso da Caixa, a expectativa é que o edital do concurso para técnico bancário seja lançado no início de 2014. Já Anac, Antaq, PF e Receita Federal aguardam a autorização do Ministério do Planejamento para abrir as seleções em 2014.

Seis ministérios tiveram concursos autorizados: Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Ciência, Tecnologia e Inovação, Educação, Fazenda, Saúde e Trabalho e Emprego. No total, são mais de 6,5 mil vagas.

As polícias civil e militar de várias estados, entre elas a do Rio de Janeiro, devem oferecer mais de 7,8 mil vagas.

Como em 2014 haverá eleições, a homologação dos concursos têm que ser feita até três meses antes do pleito para que as nomeações possam ocorrer em qualquer período do ano.

Você pode gostar