Por bferreira

Rio - O ano que se inicia chega com uma boa notícia para cerca de 1,2 milhão de servidores federais. Eles terão reajuste salarial garantido no Orçamento da União, sendo que para a maior parte o aumento vai corresponder à segunda das três parcelas da recomposição acertada coom os sindicatos, em 2012.

Estão no grupo o Plano Geral de Cargos do Poder Executivo (PGPE), a carreira de Previdência, Saúde e Trabalho, os militares das Forças Armadas (foto), os professores de universidades e colégios federais, os policiais rodoviários e o pessoal que recebe a gratificação chamada Gdata.

O reajuste total, segundo o ministério do Planejamento, será de 15,8%, onde já estão consideradas as três parcelas de 5%, sendo 2013 (já paga), 2014 e 2015. O dinheiro corrigido estará no salário referente a janeiro, pago em fevereiro. Os militares receberão 30% ao todo, em três vezes de 9,4%.

Tirando proveito do ano eleitoral, sindicatos de servidores e esposas de militares se organizam para reivindicar a antecipação da parcela de 2015. O grupo alega que a inflação do ano passado e deste ano vão corroer ou mesmo devorar todo o reajuste salarial previsto.

Você pode gostar