Por tamara.coimbra

São Paulo - O prejuízo de R$ 17,43 bilhões da petrolífera OGX, do empresário Eike Batista, em 2013, coloca a companhia no topo do ranking dos maiores prejuízos entre as empresas brasileiras de capital aberto de 1986, segundo pesquisa da Economatica. A estatal Eletrobrás aparece em quinto lugar no ranking, com prejuízo de R$ 6,28 bilhões.

Você pode gostar