Por bferreira

Rio - Com fila na porta, lojas lotadas, grande volume de vendas, preços baratos e estoques esgotados, a inauguração das lojas de roupas Forever 21, primeiro em São Paulo e agora no Rio de Janeiro, causou um grande alvoroço no segmento de moda feminina no Brasil.

Trata-se, por enquanto, de um fenomenal sucesso empresarial no segmento, sem precedentes recentes, chamando a atenção e merecendo ser acompanhado e analisado.

A Forever 21 é estruturada segundo os conceitos do “Fast Fashion”, que é uma produção de produtos de moda rápida e contínua, com trocas frequentes de coleções, em espaço mais curto que o usual, sem respeitar as estações do ano, sempre com preços acessíveis e as últimas tendências da moda mundial.

A marca, pelo que se sabe, está vendendo no Brasil as mesmas peças que ela oferece nos outros países, com os mesmos preços em dólares, somente convertido para reais.

O grande sucesso da varejista americana, praticando preços de 60% a 75% abaixo da média da concorrência, merece uma reflexão e resposta dos seus concorrentes.

Neste período de notícias econômicas ruins, como a disparada da inflação, as denúncias na Petrobras e com o PIB perdendo força a cada mês, as práticas comerciais da Forever 21 no Brasil são uma das poucas boas notícias para alívio do bolso do consumidor brasileiro.

Professor de Finanças do Ibmec e da Fundação Dom Cabral.

Você pode gostar