Por leonardo.rocha

Rio - A Renault anunciou nesta quinta-feira um novo cíclo de investimento no Brasil. A montadora francesa vai aplicar cerca de R$ 500 milhões no país durante suas operações até 2019. De acordo com comunicado oficial da fabricante, a contribuição será aplicada no desenvolvimento e produção de dois novos veículos na unidade de São José dos Pinhais, no Paraná.

Em nota, o presidente mundial do Grupo Renault-Nissan, Carlos Ghosn, destacou o valor do mercado brasileiro no desenvolvimento automobilístico da empresa. "Desde 2011, o Brasil é segundo maior mercado da marca depois da França e está entre as prioridades estratégicas de crescimento mundial do grupo".

Renault Duster%3A SUV ganha reestilizaçãoMarcellus Leitão / Agência O Dia


Na programação está prevista a criação da picape do utilitário-esportivo Duster e o crossover Captur. A picape, que já está em desenvolvimento na Europa, será derivada do Duster reestilizado e chegará ao mercado para ficar em um patamar intermediário entre o da Fiat Strada e o da Chevrolet S10. O lançamento deve acontece no primeiro trimestre de 2015, possivelmente em uma única configuração com cabine estendida.

Já o Captur chega no segundo semestre deste ano ao Brasil, primeiramente importado, por cerca de R$ 70 mil. Terá motor 1.2 turbo a gasolina de 120 cv e câmbio automatizado de seis marchas e dupla embreagem. Mas ganhará produção nacional no fim de 2015.

A Renault concluiu com sucesso o seu plano de investimentos anterior e dá sequencia ao objetivo de ampliar a sua participação no mercado brasileiro. No acumulado de janeiro a março de 2014, a montadora registrou 6,7% de participação de mercado, consolidando-se como a quinta marca do mercado. Ainda segundo a fabricante, a meta é alcançar 8% de participação até 2016.

Você pode gostar