Por bferreira

Rio - O consumidor deve prestar atenção em alguns pontos na hora de escolher o cartão de crédito. Um dos principais atrativos oferecidos por bancos são os chamados programas de benefícios. No caso dos cartões que possibilitam a troca de pontos por programas de milhagem aérea você deve verificar detalhes como se a pontuação tem anuidade, qual o gasto para acumular os pontos para trocar pelas milhas, entre outras. Mas a escolha do cartão de crédito ideal é mais do que ter um programa de benefícios. O conhecimento dos termos e condições por parte do cliente, quantos estabelecimentos aceitam ou trabalham com este cartão e considerar os juros do rotativo são os principais fatores para que você tenha um instrumento saudável para o seu orçamento.

Por Marco Quintarelli

PERGUNTA E RESPOSTA

“Tenho uma amiga que tem cartão de crédito que dá bônus a cada compra para trocar por viagens. Como devo avaliar se a ação promocional, aparentemente vantajosa, não esconde altas taxas de juros e anuidade?”

Lúcia Martins, Tijuca

Um dos grandes atrativos para os consumidores escolherem o cartão de crédito são os programas de benefícios. Os serviços estão no mercado há mais de 20 anos e foram criados para incentivar a forma de pagamento.

Atualmente, a maioria dos bancos e das operadoras de cartão de crédito oferece estes programas das mais diversas formas . No caso, o acúmulo de pontuação para troca de milhagem de viagens aéreas é um dos maiores incentivadores, segundo os próprios bancos. Chega a triplicar o gasto do consumidor naquele cartão que tem este serviço, comparado aos que não possuem benefícios.

Os programas de vantagens funcionam assim. Quanto mais você gasta, mais pontos acumula e troca por serviços e produtos.

Para os cartões que oferecem a troca de pontos por programas de milhagem aérea você deve considerar detalhes na escolha daquele que mantém este benefício. Entre eles, se o programa de pontuação tem anuidade; qual o gasto para acumular os pontos para trocar pelas milhas; a relação de pontos acumulados para trocar pelas milhas; se os pontos acumulados têm data de vencimento e se as milhas trocadas podem perder a validade.

A pessoa deve observar ainda se há taxa de conversão de pontos em milhas e se com a renovação do cartão ou a inclusão de adicionais adquire pontuação.

Mas, atenção, a escolha do cartão de crédito ideal é mais que um programa de benefícios . O cliente deve ter conhecimento dos termos e condições por parte do cliente e de quantos estabelecimentos aceitam ou trabalham com este tipo de cartão. Também deve ser avaliado se na maioria do tempo você vai pagar as faturas à vista ou vai parcelar, para considerar os juros do rotativo. Esses são os principais fatores para ter um instrumento de crédito saudável para o seu orçamento.

Marco Quintarelli é consultor do Grupo AZO. Segunda-feira, Sucesso nos Concursos

Você pode gostar