Ato unificado da classe federal

Servidores do Executivo e Judiciário Federal promovem amanhã um dia nacional de mobilização, com paralisações em algumas atividades nos estados

Por bferreira

Rio - Servidores do Executivo e Judiciário Federal promovem amanhã um dia nacional de mobilização, com paralisações em algumas atividades nos estados. No Rio de Janeiro, está prevista a manifestação de servidores do Ministério da Cultura, dos administrativos e docentes das universidades federais. Além de alguns setores do Judiciário.

Os médicos peritos do INSS integram as categorias que vão participar da mobilização. Ontem, os servidores da classe paralisaram as atividades. Eles denunciam problemas graves como falta de segurança no local de trabalho e condições precárias. Há relatos de postos do INSS que estão sem fornecimento de material de higiene e de limpeza para os servidores.

Segundo a presidente do Andes-SN (Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior), Marinalva Oliveira, todos os integrantes das carreiras do Executivo Federal têm buscado alternativas para pressionar o governo a fim de que haja continuidade no processo de negociação. Segundo ela, “o governo investe cada vez mais dinheiro público em esferas privadas”.

Para Paulo Barela, da Secretaria Executiva Nacional da CSP-Conlutas, os servidores federais precisam seguir o exemplo dos garis do Rio e dos rodoviários de Porto Alegre.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia