Leilão do INSS atrai quinze bancos

Instituições disputam pagamento de benefícios concedidos a partir de janeiro de 2015

Por felipe.martins , felipe.martins

Quinze bancos participaram do leilão da folha de pagamento do INSS. As instituições disputam 26 lotes licitados para começar a fazer o crédito dos benefícios concedidos a partir de janeiro do ano que vem. O pregão definirá a ordem de preferência dos bancos para créditos de aposentadorias e pensões.

Conforme a Coluna do Aposentado do DIA antecipou em 8 de junho, a Previdência vai propor que os segurados tenham acesso a mais serviços oferecidos pelos bancos. A ideia é acrescentar nos contratos cláusulas que incluam, entre outros pontos, a retirada de extrato com demonstrativo do histórico de empréstimos com desconto em folha, consulta à margem consignável e que as instituições financeiras encaminhem aos beneficiários anualmente, até o último dia útil do mês de fevereiro do ano-calendário subsequente, a Declaração de Rendimentos para Imposto de Renda (IR).

Os lances iniciais definidos pelo INSS variaram de R$ 0,06 a R$ 14,21 e foram apresentados dias 27 e 28 de agosto. A classificação será feita por meio dos maiores preços oferecidos à Previdência. Além de grandes bancos como Bradesco , Itaú Unibanco, Banco do Brasil, Santander, HSBC e Caixa Econômica Federal, também demonstraram interesse na folha do INSS o Banco do Estado do Sergipe, Banco Cooperativo Sicred, Banrisul, Banco da Amazônia, Banco de Brasília, Banco Mercantil do Brasil, Banco Cooperativo do Brasil (Bancoob) e BMG.

O processo entra agora na fase de recursos se encerra em 11 de setembro. A publicação do resultado final está prevista para a segunda quinzena deste mês. Os contratos serão assinados no fim do mês e terão vigência de 20 anos.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia