Sucesso na Carreira: Motivação e produtividade

Motivação é um processo interno, em cada um de nós, que é acionado também por uma série de estímulos do ambiente

Por felipe.martins , felipe.martins

Rio - Fala-se muito sobre motivação, mas como alcançar o verdadeiro entusiasmo profissional, ter alegria para trabalhar e impulsionar nossa carreira para o sucesso? Motivação é um processo interno, em cada um de nós, que é acionado também por uma série de estímulos do ambiente. Mas não é algo teórico, e sim prático.

Para crescer profissionalmente é preciso dar o melhor de si no que se faz, ter um propósito e persistir, até ser descoberto. A lógica é simples: você precisa se destacar para ser promovido. Esta frase de um palestrante resume bem esta ideia: “o Ronaldinho Gaúcho não fazia gol contra quando jogava em sua cidadezinha, ganhando pouco e sem condições de trabalho”. Veja as dicas para aumentar seu entusiasmo na atividade profissional.


PERGUNTA E RESPOSTA

“Não sou tão produtivo e motivado quanto os meus colegas. Como posso melhorar?” Pedro, Maracanã

Olá, Pedro! Não podemos ignorar a capacidade das pessoas se automotivarem, mas a motivação também é influenciada por fatores externos. Ou seja, ela resultada da interação do indivíduo com o ambiente de trabalho. Assim, para conseguir motivação e desempenho na vida profissional precisamos combinar três fatores: amor pelo que se faz, condições de trabalho adequadas e um plano de ação para atingir os objetivos desejados.

Para checar cada fator, o primeiro passo é responder: eu trabalho com entusiasmo? Quem gosta do que faz consegue ser mais comprometido e, por isso, produz mais. E isso vale para qualquer tipo de serviço: recepcionista, gerente, professor etc. Para crescer profissionalmente é preciso dar o melhor de si no que se faz.

A lógica é simples: você precisa se destacar para ser reconhecido e obter a promoção que tanto almeja. Esta frase de um palestrante resume bem esta ideia: “o Ronaldinho Gaúcho não fazia gol contra quando jogava em sua cidadezinha, ganhando pouco e sem condições de trabalho”. O jogador de futebol tinha um propósito, persistiu e deu o melhor de si, até ser descoberto.

O segundo passo é analisar se as condições de trabalho são as adequadas: saber a importância de suas tarefas, ter informações, recursos materiais para cumprir as atividades, ter bons relacionamentos com o chefe e colegas afetam positivamente a produtividade e o entusiasmo das pessoas.

Por último é preciso verificar como você organiza seu trabalho. Ter as tarefas agendadas por prioridade e manter o foco eleva os resultados, e isso é muito motivador. Alcançar os três fatores é condição essencial para manter o entusiasmo e a produtividade no trabalho. Além disso, existem atitudes que cada um pode desenvolver para alimentar a automotivação como: acreditar em si mesmo, ter iniciativa, persistência e vontade de aprender sempre.

Boa sorte no processo!

Janaina Ferreira é professora do Ibmec-RJ. 

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia