Empresa de Eike Batista tenta negociação final com os credores

OSX tem dívida de R$ 5 bilhões com cerca de 200 investidores

Por bferreira

Rio - Com mais de um mês de atraso, a empresa de construção naval OSX, do empresário Eike Batista, está perto de terminar a negociação com os credores para aprovar o novo plano de recuperação judicial da companhia. A assembleia que deveria ser sido feita em agosto, foi adiada pela Justiça e o plano não foi votado.

A empresa elaborou, nas duas últimas semanas, um documento que está sendo apresentado a bancos e fornecedores com dívidas a receber da companhia de Eike. Ao todo, a companhia tem uma dívida de R$ 5 bilhões, com cerca de 200 credores. A expectativa é de que o novo plano seja protocolado ainda neste mês.

Para deixar de ser inadimplente, a OSX precisa de capital novo. No início, a empresa analisou buscar os recursos com investidores, mas as negociações não deram certo. A solução encontrada pela companhia, e que está sendo proposta aos credores neste momento, é que eles próprios façam novos empréstimos para reestruturar a empresa. Em troca, quem assumir o risco da reestruturação terá prioridade na hora de receber o pagamento da dívida. O documento que está sendo apresentado aos credores propõe um valor mínimo de R$ 100 milhões para o financiamento.

A situação ainda não foi resolvida em razão de um emaranhado de empresas envolvidas no processo. O caso depende, ainda, de como se dará a conclusão da unidade de construção naval OSX, localizado no Porto do Açu, no Rio, e que, por sua vez, pertence à Prumo (antiga LLX, hoje, controlada pela EIG).

A empresa de logística, dona do porto, também é credora da OSX e tem um papel importante no processo. Assim, o plano prevê uma parceria entre as duas companhias, cujos detalhes serão apresentados no novo plano.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia