Por bferreira

Rio - A proposta de integração entre as operadoras Telefônica e GVT será apresentada hoje à Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). A informação foi divulgada pelo presidente da Telefônica no Brasil, Antônio Carlos Valente, após reunião ontem com o ministro das Comunicações, Paulo Bernardo.

Segundo Valente, a operação deve ser protocolada no Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) até o fim do mês, mas as duas empresas já apresentaram ao órgão as características do negócio conjunto.

Valente revelou que o desejo das empresas é de que o acordo possa ser finalizado no primeiro semestre do ano que vem. “É operação que tem muito pouca preocupação sob a ótica regulatória e concorrencial. Mas o prazo é o dos organismos regulatórios”, disse.

Também ontem a agência Reuters informou que para fortalecer sua posição no mercado brasileiro, a TIM Participações está considerando investir 750 milhões de euros (R$ 2,27 bilhões) adicionais nos próximos três anos para melhorar as redes 4G e 3G . O projeto, chamado “Turbo”, pode ser aprovado pelo conselho de administração da TIM, unidade da Telecom Italia, até o fim deste mês.

Com processo de consolidação no mercado em ebulição no país, a TIM corre o risco de se tornar alvo de aquisição ou comprador, desde que perdeu a disputa da GVT para a espanhola Telefónica. Já o grupo francês Altice negocia a compra da Portugal Telecom para expandir as operações na Europa. A PT está em processo de fusão com a brasileira Oi.

Você pode gostar