Sucesso nos concursos: Saiba como fazer um bom texto

Redação está cada mais fazendo a diferença em concursos públicos

Por bferreira

Rio - Redação está cada mais fazendo a diferença em concursos públicos. Para estar bem preparado se faz necessário estudar regras gramaticais, como acentuação, pontuação, regência, crase e concordância. Ler constantemente e praticar a escrita também são fundamentais para ter um bom texto.

Entre as dicas para não cometer erros é que o texto não tenha gírias, estrangeirismos e neologismos. Evitar a repetição de palavras e termos também pode prejudicar a compreensão textual. A utilização de conectivos adequados também deixa o texto de fácil compreensão. Identifique a ideia principal a respeito do tema proposto e analise se o que está escrito está ligado a algo realmente com base em fatos. Sempre aponte soluções coerentes para os problemas levantados.

Por Cláudia Jones

PERGUNTA E RESPOSTA

“Uma grande dificuldade que tenho é na hora de fazer a redação dos concursos que participo. Nunca tiro uma boa pontuação. Quais as dicas podem ser úteis? ”

Jania, por e-mail

Jania, hoje, a maior parte dos concursos públicos tem cobrado redação, até mesmo em provas de Nível Médio. É importante que os candidatos fiquem atentos a isso, leiam e estudem bastante, pois hoje a produção textual define a classificação. O tipo de texto mais comum é o dissertativo-argumentativo e são necessários alguns cuidados. Conversei com a professora Camila Faro, do Universo do Concurso e ela me forneceu algumas dicas importantes que devem ser transmitidas a todos que têm dificuldades em elaborar a redação. Segundo ela, o primeiro ponto é o uso ou não do título. Caso a proposta peça, você deve colocá-lo. Não pule linha entre o título e o restante do texto. Cuidado com a separação das sílabas. Evite separar palavras dissílabas, pois é melhor que o vocábulo fique por inteiro de um lado ou de outro da linha.

Uma vogal não deve ficar sozinha, isolada no canto da linha. Nessa separação de sílabas é muito importante verificar se não há a criação de palavras desagradáveis, ou até mesmo, ofensivas. As bancas cobram o domínio da utilização adequada de regras gramaticais, como acentuação, pontuação, regência, crase, concordância, entre outros. A compreensão da proposta da redação e a capacidade de selecionar, organizar e defender argumentos em relação a um ponto de vista são extremamentes importante, uma vez que são responsáveis por grande parte da pontuação. Utilize conectivos adequados para manter um texto coeso.

Identifique a ideia principal a respeito do tema proposto e em se tratando de tema polêmico ou que exija um maior posicionamento deve-se sempre, na conclusão, além de reafirmar a tese, elaborar uma proposta de intervenção em relação ao tema proposto. Estudar sempre para aprender as regras gramaticais que atendem à norma culta e que devem ser seguidas e usadas em determinados ambientes é a melhor solução.

Cláudia Jones é jornalista do site Questões de Concursos.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia