Mais Lidas

Sucesso na carreira: Prazer como caminho para o sucesso

Confira o que deve ser avaliado para crescer profissionalmente e como criar condições necessárias para atingir o crescimento

Por bferreira

Rio - Um dos diferenciais dos profissionais de sucesso é que enquanto muitos só se preocupam com o salário no fim do mês, os bem sucedidos escolhem a carreira pelo prazer, sem priorizar a remuneração no momento de fazer essa escolha.

E não importa o cargo ocupado — analista, estagiário ou gerente — são pessoas que se destacam pela paixão ao que fazem.

Estudos revelam a importância de se priorizar o prazer em relação ao salário na hora de direcionar a carreira. Entre os profissionais que se destacam estão aqueles que escolhem fazer o que realmente gostam.

Confira abaixo o que deve ser avaliado para crescer profissionalmente e como criar condições necessárias para atingir esse crescimento ao longo da carreira.

Por Janaina Ferreira

PERGUNTA E RESPOSTA

“Recebi uma boa proposta para trocar de emprego neste início de ano. A remuneração oferecida e as condições de trabalho são boas e bastante interessantes. No entanto, gosto muito do que faço onde trabalho atualmente. Essa é a hora certa de sair do emprego e enveredar nessa nova experiência profissional?”

Solange, por e-mail.

Olá, Solange!

Mudanças na vida profissional são naturais se você tem bons motivos para isso. Por exemplo: novos desafios, salário melhor ou não gostar do que faz na atual colocação. Para ter sucesso na carreira a paixão pelo trabalho e a alta competência são dois fatores fundamentais. As pesquisas mostram que há uma relação direta entre eles — a competência é consequência direta da paixão.

Há aproximadamente 20 anos, o professor Mark Albion pesquisou a importância de se gostar da profissão escolhida entre 1.500 profissionais que acabav am de concluir o MBA. Eles relataram como escolheram seus empregos: 83% foram pelo salário e 17% pelo prazer, sem priorizar a remuneração nessa escolha.
Recentemente, o professor Albion voltou a verificar a carreira desses profissionais: dos 1.500, 101 tornaram-se milionários, e destes apenas um fazia parte do grupo que priorizou o salário, os outros 100 milionários pertenciam ao grupo que escolheu o trabalho simplesmente pela paixão.

A relação entre aptidão e resultado na carreira fica clara neste estudo. Portanto, procure saber se irá gostar do trabalho que lhe foi proposto ou não terá motivação para crescer profissionalmente, o que implicará em baixos resultados.

Se tiver confiança no seu chefe, converse com ele sobre sua carreira, sobre essa proposta de trabalho e sobre como ele avalia sua atuação no atual emprego.

Para crescer profissionalmente, é preciso criar algumas condições necessárias: escolher algo que goste de fazer, dedicar-se muito e estar aberta para ouvir críticas, pois elas a ajudarão a se aperfeiçoar.

Boa sorte!

Janaina Ferreira é professora do Ibmec-RJ. Amanhã, Sucesso nas Finanças

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia