Receita libera R$ 2,3 bilhões de restituição do Imposto de Renda

Lote inclui período entre 2008 e 2014. Na consulta à página do Fisco é possível acessar o extrato da declaração

Por clarissa.sardenberg

Rio - Hoje é o dia de 1.459.161 contribuintes conferirem se a restituição do Imposto de Renda caiu na conta, referentes ao pagamento de R$ 2,348 bilhões. A consulta a esse segundo lote de restituição foi aberta a consulta no último dia 8. O lote de restituição do IR é multiexercício, ou seja, inclui período entre 2008 e 2014.

Clique aqui e veja se você está no segundo lote da restituição

Além de consultar sua própria conta e o site da Receita (receita.fazenda.gov.br) o contribuinte pode ligar para o Receitafone 146 ou se cadastrar e receber um aviso por SMS. O segundo lote será corigido pela taxa básica de juros, a Selic, em 3,06% (maio de 2015 a julho de 2015).

Na consulta à página do Fisco, serviço e-CAC, é possível acessar o extrato da declaração e ver se há inconsistências de dados identificadas pelo processamento. Nesta hipótese, o contribuinte pode avaliar as inconsistências e fazer a autorregularização, mediante entrega de declaração retificadora.

A Receita disponibiliza, ainda, aplicativo para tablets e smartphones que facilita consulta às declarações do IRPF e situação cadastral no CPF. Com ele será possível consultar diretamente nas bases da Receita Federal informações sobre liberação das restituições do IRPF e a situação cadastral de uma inscrição no CPF.

Se o valor da restituição não for depositado, o contribuinte poderá procurar qualquer agência do BB ou ligar para a Central de Atendimento por meio do telefone 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (telefone especial exclusivo para deficientes auditivos) e agendar o crédito em conta corrente ou poupança, em seu nome, em qualquer banco.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia