Cotação do dólar supera R$ 4 e é a mais alta em 21 anos

'O cenário externo é ruim, mas no Brasil é pior', disse o analista João Paulo de Gracia Correa, da corretora SLW

Por fernanda.macedo

São Paulo - A cotação do dólar superou nesta terça-feira o valor de R$ 4 e é a mais alta, desde a criação do Plano Real, em 1994. Em 10 de outubro de 2002, a moeda chegou a ser vendida a R$ 4 durante o pregão, mas no decorrer do dia desacelerou e fechou o dia em R$ 3,98.

Cotação do dólar supera R$ 4 e é a mais alta em 21 anosReprodução Internet

Por volta das 14h19, o dólar comercial operava em alta de 1,81%, cotado a R$ 4,0519 para compra e a R$ 4,0531 para venda. Na máxima da sessão, a divisa já atingiu a R$ 4,062. O dólar turismo já passa do valor de R$ 4,50.

O real volta a estar sob forte pressão, e acumula uma desvalorização de 68% em um ano, afetado pelas turbulências econômicas e políticas do Brasil e pelas dúvidas sobre a situação econômica da China, maior parceiro comercial do país.

LEIA MAIS: Dólar supera máxima histórica de R$ 4 já na abertura

A moeda americana alcançou, nesta terça-feira, essa marca histórica impulsionada pela queda das bolsas europeias e por um "cenário mais nebuloso da economia global", disse à Agência Efe o analista João Paulo de Gracia Correa, da corretora SLW.

"Atravessamos um momento bastante difícil. O cenário externo é ruim, mas no Brasil é pior. Para reverter aqui a situação o governo deve ser ágil e trabalhar com mais rapidez. Os políticos têm que pensar mais no país e não em seus próprios partidos", ressaltou o analista.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia