Para fazer um bom Enem

Especialistas recomendam responder questões mais fáceis antes e ‘chutar’ com inteligência

Por thiago.antunes

Rio - Está chegando a hora decisiva para 7 milhões de estudantes brasileiros em busca de vagas nas universidades: a primeira prova do Enem será realizada neste sábado, a partir das 13h. No sábado, questões de Química, Física, História e Geografia. No domingo, é a vez de Português, Matemática, Língua Estrangeira e uma redação. Para ajudar os candidatos, O DIA dá algumas dicas para um bom desempenho no exame.

Quando a prova começar, o candidato deve fazer uma leitura rápida das questões e planejar o tempo a ser gasto em cada uma. O conselho é de Juarez Lopes, diretor do Instituto de Otimização da Mente, que acrescenta: “Deve-se sempre começar pelas questões mais fáceis, aquelas em que se tem certeza da solução”. ‘Chutar’ questões deve ser feito com inteligência. "Evite chutar a opção A, pois ela normalmente é escolhida pela banca para fazer pegadinhas”, ensina Juarez.

Com 180 questões, o Enem é um desafio à capacidade física dos alunos, além de ser um teste de conhecimentos. Por isso, a gerente educacional do FTD Sistema de Ensino, Sandra Andrioli, lembra da importância de uma boa alimentação antes da prova. “Na hora do exame, é bom levar barrinha de cereal e de chocolate, para dar energia. São muitas horas de esforço mental”, indica Sandra.

A redação é usada em algumas universidades como critério de desempate entre alunos, por isso é preciso caprichar no texto. “A banca não está muito atenta aos erros de grafia das palavras, mas eles devem ser evitados. O que o aluno não pode esquecer é de dar uma solução ao tema proposto e evitar o uso de gírias”, lembrou a gerente educacional.

O que levar e não levar para o exame

A organização da prova aconselha que os candidatos cheguem com ao menos uma hora de antecedência aos seus locais de exame. É preciso levar um documento de identificação original com foto. Só serão aceitas canetas esferográficas pretas de material transparente. Lápis, lapiseiras e borrachas não poderão ser usados.

O uso de gorros, chapéus, óculos escuros, bonés e viseiras também está proibido. Celulares, calculadoras, tablets, tocadores de música e quaisquer outros aparelhos eletrônicos serão colocados dentro de uma embalagem, que será lacrada pelos fiscais. Candidatos pegos com algum destes itens fora da embalagem serão eliminados da prova.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia