Acordo com a Caixa facilita a compra de unidade em bairro planejado na Barra

Juros menores e adimplência premiada serão oferecidos aos interessados no Ilha Pura

Por paulo.gomes

Rio - Em tempos de vendas mornas e dificuldades para conseguir crédito imobiliário, quem pretende investir em unidades no bairro planejado Ilha Pura, na Barra da Tijuca, terá motivos para comemorar. Um acordo firmado com a Caixa Econômica Federal garantirá juros nominais mais acessíveis, a partir de 8,46% ao ano mais Taxa Referencial (TR), além de benefícios para os clientes que pagam em dia as prestações durante a obra.

“A adimplência será quesito importante levado em consideração pela Caixa, na hora de dar entrada no financiamento do imóvel. Ou seja, quando os condomínios estiverem prontos”, explica Mauricio Cruz Lopes, diretor-geral da Ilha Pura.

Parque da Ilha Pura%2C na Barra da Tijuca%2C já está finalizadoDivulgação

Ele ressalta que este é um grande diferencial do empreendimento diante do cenário econômico. “Quem compra imóvel na planta hoje não sabe se terá o crédito futuramente. Ao contrário do que acontece na Ilha Pura”, diz o diretor-geral.

O valor das unidades varia entre R$ 600 mil e R$ 3 milhões, com 30% do valor sendo pago até a entrega das chaves e os 70% restantes financiados pela Caixa.

“Para os imóveis abaixo de R$ 750 mil será possível usar o FGTS desde que se mantenham as mesmas regras no momento do repasse”, ressalta Maurício Lopes.

Outro ponto importante é a taxa condominial que, segundo ele, estará cerca de 25% abaixo do normal praticado. “Contratamos empresa para esta avaliação e, diante de todas as iniciativas sustentáveis que serão adotadas quando o bairro estiver pronto, chegamos a este ótimo percentual”, comenta.

O complexo já conta com o primeiro condomínio pronto. O Millenio tem três edifícios de 17 andares, com apartamentos com duas suítes independentes. O bairro planejado, parceria entre a Carvalho Hosken e a Odebrecht Realizações Imobiliárias, terá um total de 3.204 unidades, em mais de 800 mil metros quadrados. Os imóveis vão abrigar os atletas olímpicos e paralímpicos de 2016. Já a entrega para os moradores acontecerá em 2017.

Iniciativas de sustentabilidade

A Ilha Pura adota várias iniciativas sustentáveis, que vão desde o canteiro de obras até futuramente a implantação do bairro.

“Temos a preocupação em ser um bairro totalmente planejado que trará benefícios para os moradores. Os critérios que adotamos estão de acordo com as mais modernas tecnologias sustentáveis. Todo o processo foi elaborado de forma a minimizar o impacto ambiental no entorno e otimizar ao máximo o processo construtivo e o uso de recursos naturais”, explica Maurício Cruz Lopes, diretor-geral da Ilha Pura.

Uma das soluções é a estação de tratamento de águas cinzas, ou seja, a residual, a partir de processos domésticos como lavar as mãos e tomar banho. Com a estação será possível tratar e reutilizar a água dos chuveiros e lavatórios nas bacias sanitárias, repor a água dos lagos e irrigar o Parque Público, que terá mais de 72 mil metros quadrados.

Outra iniciativa é a economia de energia elétrica com a substituição de lâmpadas comuns por de LED nas áreas comuns. Haverá sensores de presença, telhados verdes e elevadores com sistema regenerativo.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia