No dia dos avós, Papa reza oração e emociona multidão: 'Como são importantes'

Pontífice iniciou oração Angelus pontualmente ao meio-dia e falou da importância dos avós e do diálogo entre a família

Por cadu.bruno

Rio - O Papa Francisco emocionou uma multidão de fiéis nesta sexta-feira ao rezar a oração Angelus, que simboliza o anúncio do nascimento de Cristo, no Palácio São Joaquim, sede da Arquidiocese do Rio, na Glória, Zona Sul da cidade. A oração costuma ser feita diariamente às 6h, 12h e 18h e uma vez por semana o Papa a faz publicamente, no Vaticano.

Papa reza missa no Palácio São Joaquim%2C na GlóriaReprodução TV

O pontífice iniciou a oração pontualmente ao meio-dia e falou da importância dos avós e do diálogo entre a família. Nesta sexta-feira, dia 26 de julho, é celebrado o dia dos avós, por conta da comemoração do dia de Santa Ana e São Joaquim, pais de Maria e avós de Jesus Cristo.

"Vemos aqui o valor precioso da família como lugar privilegiado para transmitir a fé. Olhando para o ambiente familiar, queria destacar uma coisa. Hoje, na festa de São Joaquim e Santana, no Brasil se celebra a festa dos avós. Como os avós são importantes na vida da família, para comunicar o patrimônio de humanidade e de fé que é essencial para qualquer sociedade", disse.


Ainda no Palácio São Joaquim, ele vai saudar o Comitê Organizador da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) e terá um almoço com cinco casais representando os continentes e um representando o Brasil.

Elisson Bryan é estudante de engenharia, em Brasília, e integra uma caravana de três ônibus que viajou ao Rio para a jornada. Pela primeira vez ele verá um Papa de perto.

Papa Francisco beija criança durante passagem pelas ruas do CentroEfe

O estudante disse que tem acompanhado os pronunciamentos do pontífice durante o evento e que os jovens têm condição de seguir os pedidos de Francisco para que levem os ensinamentos da Igreja às ruas e reforce a fé. “É a renovação da vida", completou.

Após ouvir a confissão de cinco jovens participantes da Jornada Mundial da Juventude, na Quinta da Boa Vista, na manhã desta sexta-feira, o Papa desceu do veículo fechado, no meio do caminho entre São Cristóvão e a Glória, e entrou no papamóvel para percorrer o restante do trajeto. O pontífice seguia para o Palácio São Joaquim, onde terá um breve encontro com jovens detentos e fará a oração do Angelus, na sacada central do palácio.

O pontífice foi acompanhado por uma multidão no trajeto. Em certo momento ele desceu do papamóvel e se aproximou de um grupo de idosos. Ele abraçou uma senhora que tentava tocá-lo.



Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia